Rede de Comerciantes Protegidos pede à PM treinamento dos funcionários



    
Rede de Comerciantes Protegidos pede à PM treinamento dos funcionários

A necessidade de participação coletiva, na mobilização constante em torno da segurança pública de Pará de Minas, voltou a ser defendida entre os participantes da Rede de Comerciantes Protegidos da Rua Benedito Valadares e adjacentes.

O encontro aconteceu no Salão Multiuso da Ascipam e contou com a presença de vários lojistas, além do Tenente Edson Silva, representante da 19ª Cia da Polícia Militar.

Ao falar da atuação audaciosa dos criminosos, que passaram a agir com mais frequência nas cidades do interior, o tenente reforçou a necessidade da comunicação ágil diante de qualquer situação suspeita. Segundo ele, com essa ajuda a PM torna mais eficazes as suas operações.

Entre os comerciantes, o meio mais ágil tem sido os grupos de whatsApp que são monitorados dia e noite pela polícia. Também foi defendido um treinamento dos funcionários das lojas, para que os mesmos possam adotar conduta eficaz em caso de uma emergência.

A reunião permitiu ainda discussão sobre o processo de implantação do Olho Vivo em Pará de Minas. Sabe-se que a Ascipam está liderando o movimento, inclusive, o processo está em fase adiantada.

Por isso os comerciantes defenderam a apresentação do tema aos candidatos às eleições de outubro, reconhecendo que o momento é ideal para isso.

 Galeria de Imagens

Rede de Comerciantes Protegidos pede à PM treinamento dos funcionários


Executou